#SOMOSAJUDA de 1981 |

Relatório sobre Fome e Conflitos em Cabo Delgado

No dia 10 de novembro apresentámos os dados do Índice Global da Fome e este estudo da Ajuda em Ação e IECAH sobre a Emergência alimentar em Cabo Delgado, Moçambique. Conheça o relatório.

Educação para a Cidadania: nova estratégia

Depois de uma fase tão desafiante, é tempo de respirar e fazer uma pausa para refletir sobre o mundo e a sociedade que queremos construir. Foi isto que fizemos na Ajuda em Ação. 

Apoio a crianças em Cabo Delgado

No distrito de Metuge, a Ajuda em Ação, juntamente com parceiros, está a apoiar mais de 34.000 crianças, 10 mil famílias, através de abrigo, acesso a água e saneamento básico, educação e proteção de vítimas de violência.

O nosso trabalho em Portugal

Apoiamos a infância, a adolescência e as famílias em risco de exclusão em Portugal. Conheça os projetos que desenvolvemos cá.

Emergência COVID-19

Começámos em fevereiro de 2021 a segunda resposta de emergência dirigida a  famílias de Camarate, através de cartões de apoio alimentar. Faça parte desta ajuda.

Ajudamos há 40 anos e há 40 anos que nos ajudam também. O seu apoio traduz-se em direitos para todas e todos. Contribua para um futuro com esperança, onde juntos lutamos pelas desigualdades sociais.

EVENTO ONLINE SOBRE A FOME E OS CONFLITOS EM MOÇAMBIQUE E NO MUNDO 

O agravamento do conflito em Cabo Delgado está a gerar uma grave situação de insegurança alimentar na região: 90% dos deslocados e 75% das famílias anfitriãs têm uma dieta considera inaceitável segundo o Barómetro do Programa Mundial de Alimentos. Dados como este fazem parte de um relatório exclusivo que desenvolvemos em conjunto com o Instituto de Estudos sobre Conflitos e Ação Humanitária (IECAH) e que será apresentado numa Conferência Online gratuita que organizámos no dia 10 de novembro. Pode assistir ao evento ainda AQUI. 

 Aceda também ao relatório sobre Cabo Delgado AQUI.

Índice Global da Fome 2021

A Ajuda en Ação divulgou no dia 14 de outubro de 2021, o relatório “Índice Global da Fome 2021”, um relatório internacional produzido pela rede europeia de ONG Alliance2015, da qual pertencemos e que funciona em 85 países.

O Índice Global da Fome – baseado na sua própria metodologia – prepara uma classificação anual do estado da fome no mundo, focando cada ano um tema específico. Em 2021, sob o subtítulo “Fome e sistemas alimentares em situações de conflito”, mostra uma situação em que o progresso para o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 não só está a abrandar, mas sim a inverter-se, em alguns casos alimentado pelo cocktail tóxico que mistura os efeitos da emergência climática, da pandemia de COVID-19 e de conflitos violentos cada vez mais graves e prolongados. Em 2020, o conflito foi o motor mais importante das crises alimentares, ainda mais do que as crises económicas ou eventos climáticos extremos.

Respostas de Emergência face à COVID-19

Depois da nossa primeira Resposta de Emergência em 2020 ter ajudado 264 pessoas nesta comunidade, demos início à nossa 2ª Resposta no dia 23 de fevereiro de 2021, com a entrega de cartões de aquisição de bens alimentares a 60 famílias, 216 pessoas, com um total de 115 crianças. No dia 8 de abril concretizámos a segunda entrega de cartões novamente a 60 famílias, 217 pessoas entre as quais 119 crianças, desta vez contando com o apoio do Pingo Doce, a quem agradecemos a generosidade. No dia 15 junho, distribuímos mais 27 cartões em Camarate.

Veja as fotos do primeiro dia de entrega de cartões, concretizado graças ao apoio fundamental da nossa equipa e de parceiros como o Agrupamento de Escolas de Camarate, a Associação de Pais e Junta de Freguesia de Camarate, Unhos e Apelação. Obrigado a todos.

Famílias

Crianças

Total de Beneficiários

Temos tanto para lhe contar…

Professores do futuro: quem inspira as crianças que querem ensinar?

Professores do futuro: quem inspira as crianças que querem ensinar?

O Dia dos Professores é celebrado todos os anos a 5 de Outubro e todos os anos nos concentramos normalmente nos professores que dão tudo pelos seus alunos. Este ano, porém, queremos concentrar a nossa atenção nos professores do futuro. São as crianças da América Latina que todos os dias se esforçam por criar um amanhã com mais educação e mais oportunidades.

Refugiados e deslocados: quais as diferenças?

Refugiados e deslocados: quais as diferenças?

Refugiado, deslocado, migrante, asilo… Sabe quais as diferenças entre estas palavras? Se assim for, está no sítio certo! Conheça exemplos dos nossos projetos e as diferenças entre estes dois termos muito comuns quando falamos de mobilidade humana: refugiado e deslocado.

Campanha da Ajuda em Ação em parceria com a Ambar

Neste início de ano, não podemos deixar ninguém ficar para trás. Por cada máscara vendida 2,75 eur revertem para a Ajuda em Ação Portugal e será doada uma segunda máscara a uma criança ou adulto que precisa de nós nesta pandemia. #JuntosAjudamosMais2020

Face à COVID-19 #SOMOSAJUDA: Resposta às famílias de Camarate

 

“Temos famílias que não estão a conseguir pagar a renda de casa, que não estão a conseguir pagar a água, a luz e outras famílias que efetivamente estão numa situação em que já há fome dentro de suas casas”.  Os pedidos de apoio alimentar dispararam devido à COVID-19 e depois de um processo rigoroso de levantamento de necessidades e sinalização dos agregados familiares mais carenciados, a Ajuda em Ação em conjunto com os parceiros locais avançou  com três fases de apoio que ajudaram 264 pessoas em 2020. Em 2021, a ajuda continua, porque os pedidos são muitos e a pandemia afetou gravemente muitas das famílias das crianças do agrupamento de escolas de Camarate, onde trabalhamos. Neste ano já distribuímos 147 cartões, em fevereiro, abril e junho.

“Queremos fazer mais e para isso precisamos da ajuda de todos”, refere Mário Rui, diretor de programas da ONG em Portugal. Esta resposta de emergência decorreu entre final de abril e final de junho de 2020. Para garantir o sucesso desta ação, a Ajuda em Ação contou com doadores e parceiros incríveis.  Muito obrigado pelo apoio. 

 

O que fazemos para proteger os direitos das crianças

Direito à educação e à alimentação

Em Moçambique, cuidamos de crianças menores de cinco anos que sofrem de desnutrição e garantimos a sua educação durante o período pré-escolar. Trata-se de famílias que vivem em comunidades afetadas por catástrofes naturais e que ajudamos, na reconstrução das infraestruturas destruídas. 

Direito à proteção das crianças

No Nepal, lutamos contra uma das maiores flagelos associados à infância, o tráfico de pessoas, através de lares de acolhimento de menores, apoio sanitário e psicológico, programas de reabilitação e apoio legal. Já conseguimos que fossem condenados mais de 1.000 traficantes.

Direito a assistência médica e à saúde

Num dos nossos projetos no México proporcionamos tratamentos para o cancro a crianças que sofrem desta doença e que não têm recursos para se tratarem. Também disponibilizamos alojamento às suas famílias durante o período de tratamento dos seus filhos.

Somos transparentes. Certificados por: