#SOMOSAJUDA de 1981 |
Categorías

Coronavírus: verdades Vs. mitos

23-03-2020 Leitura 3 Minutos 3

Ajuda em Ação

A saúde é um direito humano. A informação fiável e verificada também. Por isso, para fazer frente aos inúmeros rumores falsos que alimentam o medo relativamente ao coronavírus, hoje queremos ajudá-lo a esclarecer algumas dúvidas gerais acerca da Covid-19. Perante este e qualquer outro momento de incerteza, na Ajuda em Ação preferimos as verdades em vez dos mitos.

Coronavírus: verdades Vs. mitos

Antes de falarmos de verdades e mentiras, comecemos pelos conceitos básicos. Para isso, é fundamental recorrer a fontes credíveis, especializadas e verificadas como a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O que é?

Este organismo explica que os coronavírus são uma extensa família de vírus que podem causar doenças tanto em humanos como nos animais. O vírus mais recentemente descoberto é o que está na origem da doença por coronavírus Covid-19.

Quais são os sintomas?

Os primeiros casos desta doença foram conhecidos quando o surto surgiu em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. Os sintomas mais comuns são febre, tosse e sensação de falta de ar. Cerca de 80% das pessoas afetadas acabam por recuperar sem necessitarem de fazer um tratamento especial. As que correm maior risco de desenvolver uma doença mais grave são as pessoas mais idosas e aquelas que sofrem de outras complicações médicas subjacentes, como problemas cardíacos, diabetes ou doentes imunodeprimidos, por exemplo.

Como se propaga?

A doença propaga-se de pessoa para pessoa através de gotículas provenientes da boca ou do nariz e que são emitidas quando uma pessoa infetada tosse ou respira. Algumas das recomendações mais importantes são:

Recomendações DGS

– Manter 1 metro de distância de uma pessoa que esteja infetada ou com sintomas.

– Lavar as mãos com muita frequência.

– Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar.

– Evitar tocar no nariz, na boca ou nos olhos.

– Informar-se acerca das medidas de prevenção adotadas pelas autoridades.

– Não se deixe levar pelo medo ou alarmismo. Adote uma atitude de responsabilidade e solidariedade para com todas as pessoas do seu meio envolvente.

 

7 mitos sobre o coronavírus que deve ficar a conhecer

1. Todos devemos usar máscaras

Não! A população em geral saudável não necessita de usar máscaras. E mais, se as usar em excesso, pode esgotá-las para aqueles que realmente precisam de as usar. São os profissionais de saúde quem indica em que situações as máscaras devem ser usadas.

2. Perante a existência de algum sintoma, deve dirigir-se ao centro de saúde

Se apresentar sintomas respiratórios, esteve nos últimos 14 dias numa zona de risco ou esteve em contacto com alguém que tenha sido diagnosticado, fique em casa! Não deve deslocar-se diretamente ao hospital ou centro de saúde, mas sim ligar para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24). Os serviços médicos avaliarão o seu caso e dar-lhe-ão as informações necessárias. Esta responsabilidade coletiva é muito importante para evitar a saturação dos serviços de saúde.

3. Os secadores de mãos matam o vírus em 30 segundos

Os secadores de mãos não acabam com o coronavírus. Para se proteger, deve lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou com um gel hidroalcoólico. Depois, seque-as com papel ou com um secador de mãos.

4. Cobrir o corpo com álcool ou cloro acaba com o coronavírus

Isto não só é falso como também perigoso, pois pode danificar as mucosas como o nariz, a boca ou os olhos, por exemplo.

5. Os antibióticos servem para prevenir e tratar a doença

Falso. Os antibióticos são eficazes para combater as bactérias, mas, neste caso, estamos a falar de um vírus.

6. Os animais domésticos transmitem coronavírus

Não existe nenhuma prova de que os animais de companhia como os cães ou os gatos possam estar infetados e, consequentemente, propagar o vírus. Porém, esclarece a OMS, é sempre bom lavar as mãos com água e sabão depois de estar em contacto com eles. Desta forma, protege-se contra as bactérias comuns que podem ser transmitidas entre humanos e animais, como a salmonela.

7. Já existe uma vacina

Um mito muito comum é que as vacinas contra a pneumonia protegem contra o novo coronavírus. Porém, a Covid-19 é uma doença nova e diferente pelo que é necessário desenvolver uma vacina específica, na qual se está a trabalhar.

 

Nesta, como nas outras crises, na Ajuda em Ação #SomosAjuda. Contra os mitos, a verdade. Contra o medo, a solidariedade. Agora mais do que nunca, cuidar de si é cuidar de todos.