#SOMOSAJUDA de 1981 |

 EVENTO DE LANÇAMENTO ÍNDICE GLOBAL DA FOME 2020

28 OUT I 15h30 I Zoom I Inscrição gratuita no formulário abaixo

A fome é uma realidade para quase 690 milhões de pessoas no mundo. Há 26 países onde os níveis de fome são moderados, já 40 encontram-se numa situação grave e 11 em estado alarmante.  São números como estes que, enquanto ONG internacional de apoio ao desenvolvimento, continuam a preocupar-nos muito. E embora a fome no mundo tenha diminuído gradualmente desde 2000, em muitos países o progresso é demasiado lento, sobretudo se pensarmos que estamos a uma década do objetivo Fome Zero estipulado pelas Nações Unidas.

 Todas estas questões tiveram palco na nossa Conferência Online Lançamento do Índice Global da Fome 2020 – A uma década do objetivo Fome Zero, que decorreu no dia 28 de outubro, às 15h30 via zoom. Assista à gravação* do evento, clicando em baixo.

(*Devido a problemas técnicos durante o evento a gravação não ficou completa, iniciando apenas no meio do primeiro painel. Pedimos desculpa pelo sucedido.)

Conferência Onine "Lançamento do Índice Global da Fome 2020 - A uma década do objetivo Fome Zero"

28 de outubro I 15h30 I Zoom

No painel 1 vão ser apresentados os principais dados e conclusões do Índice Global da Fome 2020, por representantes da Welthungerhilfe e da Alliance2015.

No painel 2, membros da Ajuda em Ação a nível nacional e internacional apresentam o trabalho realizado pela ONG em termos de apoio e segurança alimentar.

Já o painel 3 conta com uma mesa redonda moderada pela jornalista Marta Atalaya onde se vai debater o papel da Cooperação Portuguesa no combate à fome, bem como apontar desafios e caminhos para se alcançar o objetivo Fome Zero das Nações Unidas. No final deste painel haverá espaço para perguntas do público através da opção Q&A.

Não perca este evento online gratuito com um painel de excelência que conta com a presença de importantes instituições mundiais e nacionais, para o tema da fome de cooperação. INSCRIÇÕES ABAIXO.

PROGRAMA

15h30  – Abertura com o diretor geral da Ayuda en Acción Fernando Mudarra

15h40 – Painel 1: Principais dados, conclusões e mensagens: uma análise do Índice Global da Fome 2020 com Miriam Wiemers da Welthungerhilfe (WHH) e Antonia Potter Prentice da Alliance2015

16h00 – Painel 2: Apoio e segurança alimentar: o trabalho da Ajuda em Ação com Mário Rui da Ajuda em Ação Portugal e Jaime Díaz Martínez da Ajuda em Ação Moçambique

16h20 – Painel 3: Mesa redonda sobre O papel da Cooperação Portuguesa a uma década do objetivo Fome Zero com Pedro Krupenski da plataforma ONGD, Pedro Matos do World Food Programme, Sérgio Guimarães do Instituto Camões e moderação da jornalista Marta Atalaya– (com espaço para perguntas e respostas no fim). 

17h20 – Encerramento com Joana Brandão, Ajuda em Ação Portugal

PAINEL DE CONVIDADOS 

MIRIAM WIEMERS

É Consultora Política na Unidade de Política e Relações Externas da ONG Welthungerhilfe (WHH), com sede em Berlim, Alemanha. Coordena o Índice Global da Fome (IGF), desde a produção à comunicação, sendo porta-voz do relatório, ao desenvolvimento estratégico. Antes de fazer parte da equipa do IGF, trabalhou com ONG locais e internacionais, a ONU, fundações políticas e think tanks focados em questões de desigualdade e governo e com particular ênfase na Ásia Ocidental e Norte de África. A nível académico, tem formação em Relações Internacionais adquirida em Berlim, Istambul e Paris e um mestrado pela Freie Universität Berlin, Humboldt-Universität zu Berlin e Universität Potsdam. 

ANTONIA PRENTICE

A nível académico passou por Oxford e a London School of Economics. Conta com 25 anos de experiência em questões humanitárias, desenvolvimento, pacificação e construção da paz no terceiro setor. Experiência essa que inclui uma ampla gestão e liderança a um nível estratégico. É co-fundadora da Athena Consortium, uma empresa de consultoria especializada em questões de paz e segurança, direitos humanos, etc. para ONG, agências das Nações Unidas, entre outras. Ao longo dos anos, já viveu e trabalhou no Afeganistão, Bélgica, Camboja, Índia (Kolkata), Indonésia (Jacarta), Suíça (Genebra), Timor-Leste e EUA (Nova Iorque). Atualmente é Diretora da Alliance 2015, onde gere e representa uma rede estratégica de 8 ONG europeias empenhadas em ações humanitárias e de desenvolvimento.

MÁRIO SANTOS

É o diretor de programas da Ajuda em Ação Portugal. Desde os 17 anos que se envolve em causas, somando já 28 anos de experiência em Ação Social e ONG. Durante o seu percurso trabalhou como animador em projetos comunitários, no Programa Escolhas, onde acompanhou de perto jovens em delinquência, e fez formações promovidas pelo Conselho da Europa onde participou em seminários a nível nacional e internacional, momento em que começa a contactar com muitas ONG. Trabalhar na Ajuda em Ação tornou-se uma escolha evidente para o Mário Rui graças à visão de compromisso a longo prazo da ONG: acredita plenamente que só assim é possível fazer mudanças estruturais e ajudar as comunidades.

JAIME DÍAZ MARTÍNEZ

Tem uma licenciatura em Direito pela Universidade Complutense de Madrid e um mestrado em Análise e Gestão Imobiliária (Urbanismo) pela Universidad Pontificia de Comillas (ICAI-ICADE). Embora o seu percurso profissional comece no setor privado como consultor e promotor de cooperativas de habitação de interesse social, vai trabalhar posteriormente no setor das Organizações Não Governamentais de Cooperação e Desenvolvimento. Já com mais de 15 anos de experiência, integrou a Fundação Ayuda en Acción em 2015 para pôr em marcha a estratégia para Moçambique. Ao regressar à sede da Ayuda en Acción, passou a ser responsável pelos programas da África Oriental e atualmente desempenha funções de Country Director em Moçambique.

PEDRO KRUPENSKI

É licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa. Exerceu advocacia (especializando-se em Direito Penal) até mudar de carreira para a área da cooperação para o desenvolvimento. Trabalhou vários anos nas áreas da saúde e educação, em diferentes organizações, em distintos países como Moçambique e Timor Leste.

De regresso a Portugal assumiu a Direção Executiva da Plataforma Portuguesa das ONGD ao que se seguiu a Direção Executiva da Amnistia Internacional – Portugal. Depois da Direção de Desenvolvimento da Oikos – Cooperação e Desenvolvimento que cumulou com a Presidência da Direção da Plataforma Portuguesa das ONGD, é atualmente assessor do Conselho de Administração da Fundação Oriente. É ainda presidente da mesa da AG da Plataforma Portuguesa das ONGD.

PEDRO MATOS

Pedro Matos é trabalhador humanitário do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas onde se especializou na gestão de emergências. Trabalha com o WFP há mais de 10 anos em países como o Mali, Sudão, Iémen ou Bangladesh, e coordenou a resposta humanitária internacional em Moçambique na sequência do furacão Idai. Conta com mais de 20 anos de experiência profissional, tendo trabalhado no setor privado, bem como com o Governo Português, União da Europa Ocidental, Agência Espacial Europeia e a UNESCO. 

SÉRGIO GUIMARÃES

 Ingressou no Instituto de Cooperação Portuguesa (ICP), no Departamento de Ajuda Humanitária, em novembro de 1995, sendo responsável, por exemplo, pela coordenação e prestação de ajuda humanitária de emergência da Cooperação Portuguesa a diversos países e pela elaboração, implementação e avaliação de estudos e análise de projetos apresentados por Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento (ONGD) portuguesas e estrangeiras, e outras Organizações da Sociedade Civil, que prosseguem ações de cooperação para o desenvolvimento, educação para o desenvolvimento e ação humanitária e de emergência. É atualmente Chefe da Divisão de Ação Humanitária, Sociedade Civil e Cidadania (DAHSCC) no Instituto Camões. A nível académico é licenciado em “Relações Internacionais” pela Universidade Lusíada de Lisboa e tem um mestrado em “Estudos Africanos”, com Tese subordinada ao tema “A Cooperação Europeia com Países Politicamente Frágeis no Âmbito do Acordo de Cotonou”, concluída em novembro de 2004 no ISCTE – Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa.

QUEM SOMOS?

Somos uma ONG internacional apartidária e sem qualquer filiação religiosa que luta contra a pobreza e a desigualdade. Promovemos a dignidade e a solidariedade para a construção de um mundo justo.

Contamos com 39 anos de história e temos a nossa sede em Espanha. Hoje trabalhamos em 20 países da América Latina, Ásia, África e Europa (Espanha e Portugal), apoiando cerca de 1,5 milhões de pessoas.

Inscrição no evento "Lançamento do IGF 2020 – A uma década do objetivo Fome Zero"

No dia 28 de outubro, pelas 15h30, vamos realizar uma Conferência Online com o lançamento do Global Hunger Index 2020. O cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU até 2030 será o elemento comum. Inscreva-se e assista gratuitamente através do Zoom.

Somos transparentes. Certificados por: