#SOMOSAJUDA de 1981 |
Categorías

Conheça os vários tipos de poluição ambiental

27-04-2020 Leitura 4 Minutos 3

Ajuda em Ação

Cada vez somos mais conscientes da importância de cuidar do meio ambiente. Mas será que consegue enumerar os sete tipos de poluição ambiental mais importantes? Ainda há muito a fazer se queremos garantir que as gerações vindouras terão um planeta para herdar. As consequências de um mundo poluído são conhecidas: alterações climáticas, invernos rigorosos, aquecimento global… Descubramos então quais os tipos de poluição ambiental que existem.

Tipos de poluição ambiental

Poluição atmosférica

É um dos tipos de poluição mais conhecido. Produz-se através da emissão de substâncias químicas para a atmosfera, que afetam diretamente a qualidade do ar. A substância química mais conhecia que produz este tipo de poluição é o monóxido de carbono. Mas existem outros como o dióxido de enxofre, os CEC (clorofluorcarbonetos) e o óxido de nitrogénio. Mas afinal, de onde vêm estas substâncias nocivas?

– Dos gases expulsos pelos combustíveis fósseis (como os libertados pelo tubo de escape de um carro);

– Dos desastres naturais, como por exemplo os incêndios;

– Da queima do lixo;

– Dos gases que as fábricas libertam nos processos de produção de energia “não limpa”;

– Da agricultura e pecuária intensivas.

Poluição hídrica

contaminação ambienteAfeta os rios, fontes de água subterrânea, lagos e mares quando são libertados resíduos contaminantes. Este tipo de poluição ambiental afeta diretamente as espécies animais, as vegetais e também o ser humano, já que transforma a água potável em água imprópria para consumo.

As descargas industriais, inseticidas ou os pesticidas são alguns dos resíduos que contaminam a água. Mas também existem outros resíduos de uso doméstico responsáveis pela contaminação, como é o caso do detergente da roupa ou o óleo alimentar.

Poluição do solo

Mais uma vez, as substâncias químicas de uso comum na agricultura são as responsáveis por este tipo de poluição. Ainda que não sejam as únicas. As baterias (dos telemóveis, por exemplo), as pilhas ou os aterros sanitários também libertam substâncias nocivas que são filtradas pelo solo.

Esta poluição afeta principalmente as plantas, as árvores e as colheitas. A presença deste tipo de substâncias nos solos afeta a sua qualidade e produtividade. A falta de minerais faz com que se perca a vegetação. A ausência de plantas provoca a erosão do solo que, por sua vez, altera a constituição química dos solos.

Poluição sonora

Se vive num lugar muito barulhento, perto de um aeroporto, autoestradas ou de uma zona de discotecas com certeza saberá muito bem do que estamos a falar. A poluição sonora produz-se através de qualquer ruído excessivo seja em proporção, frequência, tom, volume ou ritmo.

Além de ser extremamente incomodativo, pode ainda provocar stress, transtornos de sono, perda de audição e inclusivamente problemas cardiovasculares. Mas também altera negativamente o equilíbrio dos ecossistemas. No caso das aves, por exemplo, influencia os seus padrões de migração e os seus ciclos reprodutivos.

Poluição luminosa

Produz-se especialmente em centros urbanos durante a noite e diz respeito à iluminação artificial excessiva que as populações emitem. Da mesma forma que a poluição sonora, este tipo de poluição não compromete a sobrevivência dos seres humanos. Ainda assim, produz doenças relacionados com a visão, alterações nos padrões de sono ou dores de cabeça fortes. Também afeta os ecossistemas noturnos já que causa problemas de orientação aos animais e insetos e alterações nos seus ciclos biológicos.

Poluição Visual

poluição visualA poluição visual define-se como tudo aquilo que altera visualmente a paisagem natural. Refere-se a todos os elementos que não são naturais e que nos enviam estímulos visuais. Podem ser campanhas publicitárias, torres elétricas ou até minas a céu aberto.

O nosso cérebro tem uma determinada capacidade de absorção de dados. O excesso de formas, luzes, cores e informação impossibilita o correto processamento desses dados. Tudo isto prejudica a saúde dos olhos, altera a tensão e produz stress.

Poluição Térmica

Seguramente que já ouviu falar das graves consequências que a subida da temperatura da Terra pode ter para o meio ambiente. Isto está relacionado com a poluição térmica.

O aumento da temperatura (ou aquecimento global) afeta os polos e os glaciares. Estima-se que a Antártida multiplicou o seu processo de degelo por quatro nos últimos 25 anos, o que está a provocar – já as estamos a viver! –  consequências muito negativas. Entre as mais importantes estão a subida do nível do mar, a alteração do equilíbrio dos ecossistemas ou as alterações nas correntes marítimas e do clima. Além disso, também pode provocar o reaparecimento de algumas doenças.

Ajuda em Ação: O nosso trabalho contra a poluição

Aqui exploramos os tipos de poluição ambiental mais significativos, mas existem muito mais. Como é o caso da poluição radioativa, eletromagnética, alimentar, química, biológica ou genética. Há vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que falam especificamente da poluição: por exemplo o ODS 14 que fala da necessidade de salvaguardar os mares e os oceanos. Com o projeto Acuipesca Perú, a Ajuda em Ação está a fomentar a pesca sustentável e respeitadora do meio ambiente.

Por sua vez, para cumprir o ODS 7 sobre a utilização de energia sustentável e não poluente, estamos a contribuir instalando, por exemplo, cozinhas saudáveis em casas e negócios rurais.

Todos os tipos de poluição estão relacionados e surgem como consequência direta do impacto do ser humano. Está nas nossas mãos reduzir a nossa pegada no planeta. Junta-se à Ajuda em Ação na luta contra a poluição?